Cis?

Sou uma mulher. Eu não tenho um pênis, mas poderia ter, há várias formas de “ser” e não se mede um sujeito com fita métrica. As narrativas aqui compartilhadas partem sempre de uma perspectiva pessoal, a intenção não é menosprezar as vivências de outros que não são do meu gênero, da minha idade, meu país, minha classe social, minha não religião. Se escrevo daquilo que me é familiar, do que me cerca, será conseqüência encontrar por aqui textos que sejam interpretados como de vegano-pra-vegano, de ateu-pra-ateu, de mulher pra mulher.

Essas publicações não são para um público específico (seleto), nos comentários encontrará gente que discorda dos meus posicionamentos, debate, articula e faz mudar de idéia. Nada impede que alguém de um recorte diferente se sinta representado no meu texto (um homem – com ou sem vagina- pode ter vivenciado um abuso sexual idêntico), e me esforço para não menosprezar a capacidade empática de terceiros. Na verdade, acho ótimo. Pois ser empático é sentir e respeitar a dor do “outro”, mesmo quando não nos atinge diretamente e é isso que falta em tantos preconceituosos.

Não tenho corpo fechado para o staus quo, posso vez ou outra soltar comentários ofensivos e preconceituosos, porque a discriminação mais pesada é justamente a diluída nas atitudes impensadas, o preconceito assimilado, o piloto-automático. Caso note isso em algum discurso, avise, converse, entre em contato. Ou simplesmente, ignore se lhe faltar paciência. Você, ou qualquer um não é obrigado a me encarar como aliada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: