10 setembro, 2013

Em um corredor do SUS

Posted in Cotidiano, Crônicas e contos às 8:46 am por Deborah Sá

Passou por mim um idoso com os cabelos brancos, andar encurvado, óculos em meia lua. De braços mega tatuados em motivos orientais (demônios e outros), o olhei com admiração. Ele me olhou de volta. Se aproximou, levantou o antebraço colorido e com o indicador da outra mão, apontou para o desenho que carrego no peito; e sorrindo disse:

– Quer trocar?

3 Comentários

  1. Pili said,

    Tatuados são mais amigáveis? rs. Passei só pra deixar um abraço virtual.

    • Deborah Sá said,

      Nem sempre, mas eu sou :P

      Um abraço!

  2. Dio Aloke said,

    Hahaha de vez em quando aparece uma pessoa simpática para animar o nosso dia. O inesperado marca. Sempre lembro de um judeu ortodoxo que vi no ônibus, os cachos e o chapéu preto, a austeridade toda da roupa contrastando com as cores vibrantes do seu tênis Nike. Ou quando vi 3 homens de Bíblia na mão rezando em grupo numa minúscula banca de revistas pornográficas. Ah, humanidade! ainda bem que você não cabe toda nos estereótipos que criamos!


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: