17 fevereiro, 2013

Mais desejosos que desejáveis

Posted in Corpo às 2:36 am por Deborah Sá

Mais desejosos que desejáveis são os corpos gordos e flácidos. Neles há movimento em um mundo que pede rigidez e contenção. Desejosos, são todos os corpos feitos pela ânsia de existir, contrariando as previsões de baixa expectativa para um ponto fora da curva. Mais desejosos que desejáveis são os corpos modificados, tatuados, alargados, decotados, perfurados. Mais desejosos que desejáveis são os fios de cabelos volumosos e coloridos, espiralados em cachos de nuvem, trançados em volta de tecidos. Mais desejosos que desejáveis são os ventres que fazem dobras, os pelos que nascem na virilha. Ao contrário do que diz a precipitação, nem todo corpo desejoso é entorpecido. Ele é eletrizante de vontade, pela luz e pela indiscrição. Seu oposto, o corpo fatigado, se alimenta de solidão e tédio, sofrendo de um refluxo quase involuntário da auto-punição. Esse, vê na entrega não uma oferenda, mas um castigo merecido de desconforto. Corpos desejosos, ao contrário, não fogem do próprio prazer, celebram a própria condição.  Corpos desejosos afrontam só por estarem perto, pois não se contentam em roupagem comum, quebram protocolos, silêncios, vazios. Corpos desejosos são excêntricos e não raro, extravagantes e teatrais. Debochados, sarcásticos, feito um palavrão. Corpos desejosos preenchem o imaginário e despertam o estranhamento de cobiça e vertigem, como a altura que convida com frio na barriga. Corpos desejosos são lâmpadas, com mariposas que dançam em sua volta. Corpos desejosos são frutas mordidas por elas mesmas, o empoderamento sem qualquer vestígio de remorso por ter o domínio de si, refestelar-se. Corpos desejosos são a melancia no pescoço que para de pesar.

4 Comentários

  1. Adorei! Meu corpo é mais desejoso do que desejável então… =p

  2. Andrade said,

    Oi debora, suas poesias são lindas. parabens.

    acho que você também deveria ter um vlog no youtube você é linda.

    bye,bye.

  3. São tão desejáveis os corpos desejosos. Ao menos na minha visão. Que anseia sempre por aquilo que pulsa.

    • Deborah Sá said,

      Olá, querida Jaia,

      “Mais desejosos que desejáveis” é ambíguo, ao mesmo tempo que esses corpos despertam a atenção e são desejáveis (por pulsarem, ou seja, serem desejosos), não o são do ponto de vista do que destoa. Por exemplo, não é desejável que uma moça com batom vermelho dê uma gargalhada que quebre o silêncio e quem sabe, por isso mesmo, se torne duplamente fascinante. Ao fim, concordo com você, nada impede que um corpo mais desejoso que desejável, seja pela própria condição, irresistivelmente desejado ;)


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: