4 janeiro, 2011

O figurino de Dilma

Posted in Só falam nisso tagged , , , às 5:03 pm por Deborah Sá

A análise sobre Dilma na Cerimônia de Posse não se focou na eloqüência ou veracidade de seu discurso, a mídia preferiu usar outros parâmetros que mais pareciam uma releitura do Determinismo Biológico.

Dizem que a roupa não favoreceu um biotipo “que requer vários cuidados para que a pessoa pareça bem-vestida”, nem seus braços foram poupados de criticas. Antes de qualquer atribuição, Dilma é uma mulher que ocupa um cargo destinado quase que exclusivamente ao poderio masculino, acusações semelhantes eram vislumbradas no início de sua campanha e a tendência é que se intensifiquem.

Semana passada, vi um trecho do programa “Vanity Insanity” onde (no capítulo específico), homens contavam suas frustrações de cirurgias mal sucedidas, o primeiro era um lutador (luta livre) que tentou implantar silicone nas panturrilhas, o segundo um homem que gastou muito dinheiro para reparar danos capilares e no terceiro e último, um que aprendeu a lidar com a perda dos cabelos. Esse criou um site para promover a auto-estima de homens carecas e diz receber e-mails desesperados de jovens que cogitam suicídio aos primeiros sinais de calvície.

“As pessoas que tem cabelo não fazem idéia do quanto é impactante vê-los caindo, há uma indústria que fatura bilhões com implantes de cabelo, shampoos e outros acessórios que prometem mais fios. Esta mesma indústria vende a imagem do homem careca como alguém impotente e pouco atraente. Em verdade, não conheço um só homem careca que não seja charmoso” [Trecho sintetizado]

Não menosprezo o quanto deve ser doloroso perder os cabelos involuntariamente, mas esta pressão é sentida diariamente por mulheres em maior quantidade, qualquer revista feminina nos instrui a procurar minuciosamente novos defeitos. O candidato Serra ganhou um número expressivo de votos, vejamos o padrão estético dos candidatos do PSDB:

José Serra, Geraldo Alckmin e Aloysio Nunes

Não vi nenhuma reportagem que aborde este incontestável padrão: Os candidatos que uniram forças para arrecadar votos em São Paulo são do gênero masculino, brancos e com poucos cabelos. E essas camisas? Não são de pouca criatividade? Combinou com o tom de pele? Acham que a maquiagem aplicada foi adequada ao período diurno? É impressão, ou o candidato Serra não adequou os tons grisalhos de forma uniforme? As unhas estão feitas? Mesmo se Serra fosse eleito, esta abordagem não seria necessária já que o desempenho governamental independe do formato de um rosto ou um crânio. Quer dizer, a menos que você seja mulher.

Confundem-se normas de gênero com características biológicas e caráter, isso conduz uma linha tênue e perigosa que estipula padrões comportamentais de um grupo marginalizado. Cobram de Dilma coquetismos e disfarces de sua anatomia amparados na alegação arcaica: Uma mulher não pode ocupar a Presidência, pois não preenche um requisito anatômico/biológico.

No Brasil é tolerável ser negra contanto que alise os cabelos, ser pobre enquanto não freqüentar os mesmos espaços de quem tem dinheiro, ser mulher se dócil e podemos até ser gordas, mas o uso de biquíni é atestado esquizofrênico.

18 Comentários

  1. Thiago Beleza said,

    MAis uma vez, certeiro… Mas achei legal o cara que construiu um blog pra carecas. É fato que mulheres sofrem muit mais com essa opressão dos padrões de beleza e comportamento, mas reconhecer que homens também são oprimidos pela cultura machista é um começo pra q estes comecem a combater a cultura em que foram criados. Bom, essa consciência funcionou pra mim.

    • Thiago Beleza said,

      (Eu quis dizer que é interessante q os homens percebam q a cultura machista ñ oprime somente as mulheres… )

      E esqueci de dizer, bem bizarra essa reação da grande mídia a possa da presidente… VAi ser um governo difícil, com certeza…

      • Deborah Sá said,

        Sim, eu concordo que o Patriarcado oprime a tod@s, e aprovo a idéia do site. Ao mesmo tempo, não dá pra negar a quantidade de homens velhos, feios e gordos que conseguem emprego de visibilidade na mídia. Apresentador de jornal sensacionalista, por exemplo.

  2. Adorei o post, Deba.

    Pois é… não importa quão competente e inteligente uma mulher possa ser, ela sempre terá que cumprir sua “função” decorativa.

    Ao menos senti esperança ao ler alguns comentários conscientes nessa coluna ridícula da Veja.

    Vai ser um governo difícil, com certeza… [2]

    • Deborah Sá said,

      É um triste fato, querida =/

      Beijos, obrigada por comentar o/

  3. Suzane Werdt said,

    Ótimo texto. Falou e disse.

  4. […] fosse passarela de desfile de moda é fazer jornalismo? E quanto aos comentários imbecis sobre a roupa que a presidenta, penteado, cor de esmalte durante a cerimônia da posse não é ceder totalmente a futilidade e perder o foco […]

  5. Roy Frenkiel said,

    Como sempre digo, nao so no Brasil, infelizmente.

    bjx

    RF

  6. Roy Frenkiel said,

    Deborah, voltando ca depois de uns tempos penso que voce pode se enquadrar perfeitamente em meu novo projeto. Por enquanto somos 3 homens e procuro uma mulher, mas ate agora quem convidei recusou, e pensei agora com meus botoes: “poxa, e a Deborah??”

    Entao, eu te passo detalhes melhores se tiver interesse pelo e-mail, nao sei se ainda tenho seu, mas o meu e relimelech@hotmail.com

    Por enquanto so saiba que trata-se de 2 textos mensais, HUMOR EXCLUSIVAMENTE, com um alter-ego criado por voce, pagina de tamanho em fonte Times, 12.

    bjx

    RF

    • Deborah Sá said,

      Oi Roy :)

      Fazia tempo que não passava por aqui, né?
      Agradeço muito o convite, mas eu teria dificuldade em produzir textos de humor, na vida real faço muitas piadinhas (especialmente irônicas), mas meus escritos não possuem diretamente este viés.

      Um grande abraço

  7. paula said,

    muito bom o texto
    nao tinha pensado por esse lado. bem interessante mesmo.
    vi seu twitter, achei o blog por ele.
    bjo

    • Deborah Sá said,

      Sinta-se a vontade, Paula

  8. Alessa said,

    Fiz uma pesquisa pessoal numa festa de aniversário de dois alunos meus que moram num conjunto popular em Bonsucesso, no Rio, onde vivem operários, empregadas domésticas,comerciários ou seja pessoas que se consideram povão.
    O interessante de tudo isso é que para as mulheres e homens do povão a Dilma é dilmais!
    Todos a acham lindona, simpática e muito “em forma”.Consideram-na muito inteligente, que fala claro e bem. Acham-na elegante e até torcem para que ela arranje um namorado à altura.
    Já os jornalistas do Pig e os da classe média para cima só fazem botar defeitos idiotas.
    Eu pessoalmente acho a Dilma um luxo de pessoa. Só mesmo o Presidente Lula para nos dar de presente uma Presidente tão maravilhosa.
    Quero mais é que esse pessoal que fica criticando a nossa Presidente vá catar coquinhos e pentear macacos!

    • Deborah Sá said,

      Alessa,

      Sim, as pessoas que convivo também preferem a Dilma, eu a admiro pela história pessoal e tenho orgulho do País ter uma PresidentA :D

      [Meu voto no primeiro turno foi para o Plínio]

  9. O Blog é ótimo, bem à altura da blogueira.
    Texto excelente!! Merece umas palavras também a questão do “presidente” ou “presidenta”… tenho visto cada explicação por aí… de fazer medo.

    Grande e saudoso abraço!

    • Deborah Sá said,

      Oi, seu lindo!

      Que felicidade ver seu comentário aqui! /o/ Como está a Alê? :D

      Uma das coisas que mais sinto saudade do Cursinho são suas aulas *____*
      Os papos com o Jota, a Dora, o Diego, o hétero do Jean, o Alexandre a Babi…^_^
      Foi uma experiência ótima conhecê-los, deu muita saudade agora ._.

      Um colega de trabalho me perguntou essa semana: “Mas o marido da Dilma será o que? “Primeiro-DamO”? É interessante essa falta de parâmetros que as pessoas sentem por ser uma mulher, fiquei contente ao ler relatos de mães que relatam o desejo de suas filhas em serem Presidentas quando crescer ^_^

      Um grande e apertado abraço!

  10. tai, se a gente diz que mulher eh perseguida, vao dizer que a gente vê cabelo em ovo. entao, eh bom ter um post desse com um otimo exemplo pra ilustrar! praqueles que acham que a gente tem complexo de perseguiçao. adorei, obrigada!

    • Deborah Sá said,

      :)


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: