9 abril, 2010

Por entre livros

Posted in Desejo às 9:50 am por Deborah Sá

Por isso escrevo, é mais fácil de organizar os sentimentos.

E eu queria te tocar hoje, te tocar entre livros. Queria rir e conversar sobre aquele parágrafo, aquela estrofe oblíqua e dissimulada e entenderia porque muitos me descrevem assim. Entenderia a minha dor e nisto se calaria, eu queria te tocar esta noite.
Como um carinho, um afago e uma força. Queria sentir a textura de nossos corpos ainda vestidos transmitindo ondas de calor em silêncio. Queria por instantes de pulsão ouvir o seu sorriso, apertar o seu cabelo e beijar a sua boca. Queria cada pedaço, cada sentir, cada cheiro. E também queria é claro, ouvir suas unhas roçando nos meus pêlos. Eu queria sentir o meu próprio gosto quando me beijasse e um leve sabor do sangue da sua boca, lábios úmidos escorrendo em nossos tremores.

4 Comentários

  1. Carla said,

    Bonito! :)

    Tô lendo tb os posts anteriores, que não conhecia ainda. Gostei mto daquele dos elogios (e orgulho e etc). E ri com o sonho das baratas. Tenho mania de acordar contando os sonhos estranhos que tive (são sempre estranhos!)…

    • Deborah Sá said,

      Me conta algum sonho? ^^

  2. Medaaa… que coisa mais… hmmm… difícil descrever, mas mon die. É isso aí…. traduzindo: TESÃO!

    • Deborah Sá said,

      8)


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: