6 novembro, 2008

O que Jesus faria em meu lugar?

Posted in Animais, Cotidiano, Crenças, Desabafos tagged , , às 7:59 pm por Deborah Sá

Essa é uma colocação que muitos adoram fazer. Acham horrenda a história da crucificação de Cristo. “Deus mandou seu único filho para o sacrifício de nossas almas”. Hoje passei em frente á uma casa, tinha um lindo labrador marrom de olhos claros. Já havia o afagado outras vezes, fiz o mesmo.  Alguns metros dali, havia outro cão. Este era preto, e seu pêlo era médio e embaraçado. A cada passante o seu rabo balançava, na esperança de um pouco de atenção.   Aproximei-me. Ele abanou o rabo (a pontinha era branca). Seu pêlo era um pouco duro, seus olhos castanhos e dóceis. Enquanto ganhava carinho, abria as perninhas deitado de lado. Como se mostrasse a pata traseira pra mim. Quando me afastei olhei pra trás. A patinha traseira que ele levantava na verdade estava machucada. Ele mancava e saiu pulando. Perdido, sozinho. E ninguém se importava com ele. Eu quis chorar, na verdade, choro agora.

O trânsito foi muito longo, e enquanto eu ouvia Belle & Sebastian (que combina magistralmente com a garoa e a cidade), pensei na frase que deu título a este post. E o que Jesus faria em meu lugar? Eu não sei…mas o que faria um cão no meu lugar? Os animais são grandes mártires. Muito mais resistentes em vários aspectos. Quando me corto reclamo de dor. E quantos cães machucados eu vejo todos os dias? Quantos não mancam e irreversivelmente tem sua mobilidade reduzida? Passando por um caminhão, vi homens fortes na janelinha. Eles estavam espremidos. E quantos animais não estavam em situações muito piores que aquela? Quantas vezes eu passo em frente a granjas, todos de crista caída, imóveis. Vejo as donas de casa com suas saias até o joelho, estampas floridas e dinheiro amassado na mão. Quase sempre é um chinês. E há uma horrenda janelinha onde provavelmente se vê a morte. Deus mandou seu filho pra morrer pelos nossos pecados? Poderia cessar então, já que milhares de animais morrem todos os dias para saciar nosso costume e paladar. Isso é bem menos nobre, bem mais vergonhoso.

Jesus virou vitela? Não, ele já tinha 33 anos. Se fosse abatido teria antes de estar bem gordo. Sua mãe, de tetas doloridas sangrando, dando além de sua capacidade. Ao final de sua vida “produtiva”, ela viraria um ingrediente de uma lanchonete qualquer, com um brinde em caixinha colorida. Uma vaquinha sorridente no brinde do mês? Cairia bem…muitas caixinhas de leite o fazem. Entregando a um estranho mais um mártir. Você adora o seu Deus? Você adora Maria? Vá em frente.

Eu prefiro admirar a vaca. Ela dá seu leite, não por escolha, mas pela falta dela. A cada término de gestação, se vai o filho. Diria ela: “Perdoai, eles não sabem o que fazem?”.

4 Comentários

  1. Léo o Nardo said,

    Nao sou “o mais religioso”, mas nesse post vc conseguiu me chocar…
    Ainda bem, o mundo seria um lugar mto chato se todo mundo concordasse com todo mundo…
    Abs,

  2. Verdadeiramente os animais são muito importante em vários aspectos,mas quero ver vc sentir a presença de qualquer um deles sem vê-los.E o que é mais importante ainda,quero ver um animal lhe garantir “vida eterna”.

  3. Valkiria said,

    Déborah,

    Descobri seu blogue há alguns dias e o estou devorando! simplesmente não consigo parar de ler.

    Porém qdo li esse texto precisei vir te dizer que foi uma das coisas mais sensiveis que ja li.

    Eu tbm penso muito nisso.. tbm vejo muitos animais debilitados todos os dias em meu caminho, e eu tbm me pergunto sobre o que Jesus faria. Principalmetnte me pergunto sobre o que eu tenho feito. Sobre o que eu posso fazer a mais.

    Não sou religiosa, nunca frequentei a igreja.. sou vegana recente e tento, na medida do que alcanço, ajudar os que precisam, humanos ou não.

    Parabéns pela sua história de vida, pelos seus textos exelentes e muito obrigada por restaurar um pouco minha fé na humanidade.

    • Deborah Sá said,

      Valkiria,

      Muito obrigada pelos elogios =)

      Seja bem vinda.

      Um abraço


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: